24 de março de 2012

Svetlana Olen ¥ Cap. 36 – Sonho


“Ande, acorde e ouça-me Svetlana!”

- “Sra Ausra?”

“Quem mais haveria de ser?”

- “Mas a sua voz está tão... ah, quanto tempo! A senhora não sabe o que anda acontecendo por aqui e com as coisas que descobri...”

“Não é a hora! Escute-me! Sua fraqueza é sua culpa! Pare de se lamentar e assombrar de algo que é um fato da vida. Viúvas negras após serem fecundadas, com um movimento brusco, elas quebram suas genitálias impedindo que outro macho copule novamente com ela, e após este movimento, o macho morre por hemorragia perdendo seu fluxo sanguíneo em uma dança a favor da vida. A abelha rainha, a mesma a reproduzir milhões de sua espécie ataca o zangão logo após a morte e o mata da mesma forma que a aranha. A louva-a-deus fêmea durante o ato sexual, ela agarra o parceiro e o devora vivo, começando pela cabeça, para garantir energia e se tornar mais resistentes e com capacidade para mais ovos.


 Sua função não é de procriação, mas proteção de seus outros familiares! DEIXE SUA VIDA PASSADA DE LADO! Cumpra sua missão da melhor maneira possível! Esqueça as dores do passado e aprenda a viver. Tenho mais coisas a fazer do que ter que me preocupar com você! Levei anos para entrar em contato e para lhe dizer o que fazer? Onde está a garota que um dia me orgulharia de saber que a vi nascer? Não deixe essa culpa lhe envenenar nem a dor de ter sido traída um dia ou estar confusa por sentimentos! A sua determinação é sua real força! Tenho certeza que esta mesma determinação vai fazer com que você ultrapasse todos esses anos que a vem retirando o ar e fazendo você envelhecer! Viva e agradeça aos deuses por isso! Mas não me faça parar minhas obrigações para ter que puxar sua orelha novamente! Faça-me sentir e saber que está fazendo aquilo que você foi predestinada e escolhida para essa grande missão...” 

- “Sinto sua falta! As coisas não são fáceis e muitas vezes sinto-me perdida. Queria poder saber o que acontece por Kupala, como estão todos, e minha terra... ah minha terra!”

“Sua terra agora é Florença! Sua terra é onde está! Onde mora. Estamos todos passando por anos difíceis. Nem sei bem como conseguimos estar até agora vivos. Não se enganem com dedaleanos. Não são confiáveis. E nunca serão!”

-“Mas tivemos uma batalha juntos e nos protegemos. Acho que haverá trégua!”

O inimigo do meu inimigo é meu amigo. Tudo isto é passageiro e ilusão. Fique atenta Svetlana... Atenta...”

  
  

3 comentários:

Hugo Marcelo Barbosa disse...

Oi Camila,

Muito bacana esta postagem.

Seus exemplos me fazem sentir feliz em ser um mamífero... Heheheh

Hugo Marcelo

Camila Numa disse...

hahahahahha
Essa foi boa!

dklautau disse...

A senhora Ausra é uma guia e mentora excelente para a Svetlana! Ela ainda terá grandes papéis nessa estória!