12 de outubro de 2010

Carta para a "Ordem da Razão"

Oi pessoal,

Segue uma sugestão de carta a ser encaminhada a "Ordem da Razão" com as reivindicações dos Magos de Florença, como parte de nossa reação aos eventos ocorridos na sessão de jogo 03-10-2010.
 
Vejam se vocês concordam...  Qualquer sugestão/comentário são muito bem vindos.

Atenciosamente,

Hugo Marcelo





Magi de Firenze
Basilica di Santa Croce
Piazza Santa Croce
Firenze - Italia


Ex.mos Senhores:
Dedaleanos
(Aos cuidados de Gilberto)
Basilica di Santa Maria Novella
Piazza Santa Maria Novella
Firenze - Italia



Firenze, 01 de Novembro de 1404.


Ref.:
Morte de frades franciscanos.
Artefato dedaleano na Santa Croce.



Ex.mos Senhores,

Como é de conhecimento de V. Exas um grande mal se abate sobre esta cidade.  “A maldição de Dante” ameaça sugar impiedosamente Florença para os círculos infernais em retribuição à injusta condenação ao exílio que lhe foi imposto no passado.  Vale a ressalva que tal profecia demoníaca não fará distinção entre o joio e o trigo, absolutamente todos os cidadãos florentinos serão dragados para o inferno, sejam eles adormecidos inocentes, dedaleanos ou magos; seremos todos igualmente destruídos.  Não seria a segurança de “Florença” um propósito maior do que as diferenças entre Magos e “Ordem da Razão”?
   
Nós, Magos, mui respeitosamente clamamos para que a “Ordem da Razão” não subestime os poderes do inferno e reconheçam o sincero empenho dos magi de Florença nesta questão.  Por acaso não lutamos lado a lado contra o Cérbero, cão infernal que ceifou a vida de um nobre dedaleano?  Além disso, em outras duas ocasiões impedimos que a profecia dantesca se cumprisse, sem o auxílio dos dedaleanos, ou seja, se Florença ainda permanece na realidade a qual os senhores idolatram, é devido ao esforço heróico dos magi de Florença.
   
Recentemente, como parte deste plano infernal, um demônio fez morada na Basilica di Santa Croce matando dois monges franciscanos.  Uma perda irreparável cujo único consolo é a certeza de que este mal foi definitivamente exorcizado, ou seja, a igreja agora está totalmente segura e livre de qualquer atividade demoníaca, isso podemos lhes garantir.
    
Gostaríamos ainda de enfatizar que atividade demoníaca não é privilégio da Basilica di Santa Croce.  Recentemente um demônio alado invadiu a Basilica di Santa Maria Novella, ceifando a vida de dois padres dominicanos (um espontaneamente ardendo em chamas e outro mumificado como um maracujá maduro).  Fatos verificados por uma testemunha ocular confiável.
    
Por outro lado, ontem fomos surpreendidos com o senhor Bargello interditando a igreja di Santa Croce por atividade demoníaca, sob orientação do núncio papal.  Medida decorrente de denúncia realizada por um dos monges, implicado como suposto espião da “ordem da razão”, fato por nós ainda não confirmado.  Aproveitando-se da situação, o senhor Bargello colocou um artefato dedaleano no interior da igreja.
   
Nós, Magi de Florença, mui respeitosamente expressamos nosso repúdio a esta atitude da “ordem da razão” em instrumentalizar um monge aos interesses dos dedaleanos.  Um ato desonesto e injusto para com a família franciscana e desrespeitoso para com a igreja e para com os Magi de Florença.  Julgamos ainda um insulto inaceitável a colocação deste dispositivo dedaleano na supracitada igreja.
     
Tendo em vista os fatos expostos, reivindicamos:
    
I.          Imediata retirada do artefato dedaleano do interior da Basilica di Santa Croce.

II.        Fim dos esforços da “Ordem da Razão” em instaurar um tribunal inquisicional na ordem franciscana.

       
Caso se instaure o tribunal da inquisição na ordem franciscana, por amor à verdade, a testemunha ocular da atividade demoníaca na Basilica di Santa Maria Novella informará o núncio papal deste fato.
    
Caso o artefato dedaleano não seja retirado da igreja de Santa Croce até o meio-dia de hoje, esta atitude será interpretada como uma declaração de guerra contra os Magos de Florença.
     
Desta forma, mui respeitosamente suplicamos para que a “Ordem da Razão” considere a atual conjuntura e se concentrem nos verdadeiros inimigos de Florença e não permitam que nossa cidade seja destruída.  Seria este o momento da “Ordem da Razão” além de combater o próprio inferno, lutar também contra os Magos de Florença?


Atentamente,
     

Magus de Florença
       

9 comentários:

Fabi Dias disse...

Ei Hugão,

A carta está ótima, mas acho que a idéia não é boa:

1- já tivemos uma reunião com a ordem da razão e eles não estão dispostos a negociar;

2- eles são arrogantes ao extremo e não irão se importar com nossas ameaças;

3- eles terão um documento assinado pelos magi de florença e poderão usar isso contra nós, frente à inquisição, ou seja, uma confissão de que somos magos!

Acho que devemos tentar tirar o estandarte do cray por conta própria!!!

Hugo Marcelo Barbosa disse...

Oi Fabiana,

Inicialmente, feliz dia da criança para seu rebento (oops estou atrasado)!

Acho bastante pertinente as suas observações. Você levantou questões importantes, fatores que precisam ser levados em consideração... Debatê-los me parece um exercício interessante (eu me sinto um estrategista militar... Hehehehe)

Acho que primeiramente precisamos levar em consideração o que significa "a inquisição e o núncio papal". Se bem me lembro o núncio papal é bem neutro com relação a "Ordem da Razão", provavelmente ele não tem conhecimento desta instituição, na verdade acho que a inquisição não ficaria nada satisfeita de saber que existe tipo uma "confraria secreta" dentro da própria igreja, provavelmente se soubesse da existência desta, seria perseguida e dissolvida como um poder paralelo que desrespeita o primado do Papa. Outra coisa, a carta fala da maldição de Dante e o inferno se abrindo em Florença, algo que com certeza interessaria muito a inquisição, logo, acho que a "Ordem da Razão" não tem interesse nenhum que esta carta caia nas mãos da inquisição. Eles também têm muito a perder com isso... Mas para evitar maiores problemas a gente poderia usar uma magia para dissolver a carta depois de algumas horas... Hehehe

Com relação a inflexibilidade dos dedaleanos, isso também é uma realidade, mas na última negociação que tivemos não tínhamos nada para barganhar com eles. E não foi exatamente uma negociação, o que eles queriam era que a gente não fizesse magia no dia de Samhaim... No passado conseguimos negociar uma trégua com eles, tudo é uma questão de conveniência... Agora, nós temos algo para barganhar com eles: Se houver a instauração de um tribunal inquisicional no nosso Cray, também haverá uma denúncia de atividade demoníaca na igreja deles, e talvez a inquisição volte com toda a força para Florença...

Adicionalmente, acho que podemos usar a “Maldição de Dante” ao nosso favor. Será que a “Ordem da Razão” vai querer magos raivosos em uma Florença a beira do abismo? Nada mais perigoso e imprevisível do que um inimigo que não tem nada a perder... Hehehehehe

Mas não sei, pouco importa a decisão que será tomada, o mais divertido é o debate, vamos conversando sobre isso. O que Svetlana, Heráclito e Eleonora/Pietro pensam a respeito?

Um grande abraço,

Hugo Marcelo

Hugo Marcelo Barbosa disse...

Com relação a nós mesmos retirarmos o Estandarte do Cray, acho que esta é uma opção, nada que um pouco de conexão não resolva, mas acho que seria "pedagógico" a "Ordem da Razão" retirar o artefato dela, pra aprender a ter um pouco mais de respeito pelo próximo...

Hugo Marcelo

Ana disse...

Oi, Hugo,
Eu, Ana, tendo a concordar com a Fabi. É uma prova escrita e assinada de que os franciscanos se auto-entitulam magi e tratam de demonologia. Eles, como destinatários, não necessariamente seriam responsabilizados pelo conteúdo da carta. É preciso uma boa magia de dissolução da carta para que seja minimamente seguro enviá-la.

é preciso pensar também se os dedaleanos não vão interpretá-la como um ato de desespero e crescer para cima de Santa Croce. Imagino que já seja de conhecimento deles os fatos relatados na carta.

Por outro lado, uma carta dessas poderia ser um bom estratagema para distrai-los enquanto se toma alguma providência prática para retirar o artefato de Santa Croce.

Uhmmm

Hugo Marcelo Barbosa disse...

Oi Ana,

Suas colocações procedem, mas a carta deixa claro a existência da "Ordem da Razão" e atividade demoníaca na "Basilica di Santa Maria Novella", algo que acredito os dedalianos não têm interesse que a inquisição saiba.

Outra coisa, como a "Ordem da Razão" iria provar a autenticidade desta carta? E mesmo se eles quiserem ligar os franciscanos aos Magus, a "Ordem da Razão" já tem um espião infiltrado, por que eles não fizeram isso? Acho que é porque a "Ordem da Razão" não tem interesse que estas questões venham a tona.

Se nós mesmos retirarmos o artefato, no dia seguinte pode ter outro no lugar... Qualquer coisa que aconteça no Cray, até que se prove o contrário é atividade demoníaca... O que quero dizer é que esta opção é também, arriscada...

Eu gostaria muito que encontrássemos um jeito para a "Ordem da Razão" voltar a trás nesta atitude, seria educativo... Precisam aprender a respeitar o próximo!

Hugo Marcelo

Fabi Dias disse...

Eles não vão voltar atrás!!!

Hugo Marcelo Barbosa disse...

Oi Fabiana,

Neste caso acho que é guerra...

Hugo Marcelo

Camila Thiemy Dias Numazawa disse...

Oi Hugão, então, eu Camila concordaria em mandar a carta. Mas a Svetlana nunca...

Hugo Marcelo Barbosa disse...

Oi Camila,

Como assim? Fale mais sobre isso?

Hugo Marcelo