21 de agosto de 2010

Pré-preludio Abdul Haseeb Muhammad Abn Abdulaziz


  • Tio Sufi, discípulo de Jalâl ud Dîn Rûmî (morreu em 1273) de quem aprendeu amor pela unidade.
  • Seu primeiro filho, o primogênito, morreu de diarréia com 1 ano e 1 mês de idade, o que o deixou descrente da medicina e das potencialidades humanas, apenas Allah é em quem se pode confiar. Entrou em crise e após um dia em meditação no deserto, teve a intuição de migrar para Al-Andalus para se unir aos povos Mouros. 
  • Aversão aos cristãos por causa das cruzadas. Ha aproximadamente 150 anos atrás mataram mulheres e crianças no oriente, saquearam várias cidades como Zara, deixaram um rastro de sangue e destruição por onde passaram. Bando de desordeiros e infiéis. Como tiveram coragem de enviar mulheres e crianças para batalha? Alimenta a esperança de um dia reconquistar Constantinopla e tudo que é de seu povo por direito. Seu tio Hasan se uniu aos exércitos turcos na luta por Constantinopla.
  • Após sua peregrinação a Mecca, período de profundo aprofundamento na mística Sufi, em viagem pra Konya, conheceu Amineh Nadira, quem se tornou sua primera esposa.
  • Ao chegar em Florença, casou-se com a filha de Yasir,  Bahiya Malika, uma verdadeira jóia. Seu sogro se tornou um grande amigo e um grande aliado.
  •  Inseguro com relação a sua situação em Florença. Tem um espião na corte, um tolo viciado em jogo a quem sistematicamente empresta dinheiro.

2 comentários:

Camila Thiemy Dias Numazawa disse...

Síntese!
Mt boa!
^^

Hugo Marcelo Barbosa disse...

Obrigado,

Algo bem simples, mais para nortear os futuros capítulos do Prelúdio...

Hugo Marcelo